Pro samba que você me convidou… (8)

“Com que roupa eu vou?” – Eis a pergunta que me faço todos os dias ao acordar, ou quando penso em qualquer coisa. Qualquer coisa mesmo. “Tenho uma festa no sábado: vou que roupa?”; “Preciso de um roupa para uma entrevista”; “Preciso escolher meu vestido de noiva!”. Pra mim escolher a roupa certa para a ocasião certa está relacionado a qualquer coisa que eu vá fazer.

Bem, já foi um bom início assumir que eu tenho esse TOC. risos. É porque eu sou super antenada em moda e tendências. Por mais que a moda seja a tendência de consumo da atualidade, pra mim ela tem uma conceito diferente. Entendo a moda como uma maneira de se colocar no mundo e se colocar perante aos outros. Resumindo, pra mim moda é como você quer que as pessoas te vejam.

Não estou aqui para fazer a antropóloga e estudar o conceito de moda. Estou aqui apenas versando o que eu acho sobre um assunto que gosto tanto. Hoje em dia a moda traduz comportamentos (os chamados “lifestyles”) e é sobre isso que gostaria de falar.

Atualmente vivemos numa cobrança extrema para sermos magras e termos o sorriso lindo e sermos felizes e estarmos bem vestidas e sermos bem sucedidas em todos os aspectos de nossas vidas. As pessoas estão se expondo e abrindo suas intimidades cada vez mais (não estou falando mal, até porque eu sou a rainha dos #looksdodia), e me pego pensando se todo esse avanço é bom ou ruim. Mas isso não tem nada a ver com o moda. Isso é pauta para outro post.

Voltando ao “lifestyle”, acho que o melhor de todos é o “seja você mesmo”. Vista-se do jeito que você se sente bem, do jeito que te feliz, do jeito que você acha que favorece. Enfim, sem se preocupar com a opinião do mundo. Eu não sou hipócrita de dizer que não sigo tendências ou que não curto os looks de blogueiras (AMO a #CamilaCoutinho do @garotasestupidas!), mas assim, tenho consciência de que um sapato de 4 mil reais cheio de tachinhas da Valentino não ficaria bom eu mim. Primeiro porque eu não ganho pra isso e segundo porque “não faz o meu estilo”.

Essa é a minha filosofia pra moda. Eu uso o que faz o meu estilo. Feminino. Romântico. Moderno. Vou de bancas de 1,99 a Farm, sem esquecer de passar pela Antix, Karamello, Arezzo, Soulier, C&A e pela Forever21. risos. Gosto muito quando meus amigos falam assim “Jaque, vi um vestidinho que é a sua cara”, e aí eu vou ver e realmente é a minha cara. Sinal de que eu transmito como sou através das minhas roupas, e as pessoas reconhecem isso.

Então vou deixar aqui a minha dica: Vista sempre o seu melhor sorriso. 🙂

bjs, <3.

moda-01

Leminski 70 anos <3.

e sua mania de retratar sempre a minha vida.

Bem no fundo

No fundo, no fundo,
bem lá no fundo,
a gente gostaria
de ver nossos problemas
resolvidos por decreto

a partir desta data,
aquela mágoa sem remédio
é considerada nula
e sobre ela – silêncio perpétuo

extinto por lei todo o remorso,
maldito seja que olhas pra trás,
lá pra trás não há nada,
e nada mais

mas problemas não se resolvem,
problemas têm família grande,
e aos domingos
saem todos a passear
o problema, sua senhora
e outros pequenos probleminhas.

Paulo Leminski.

IMG_4460.JPG

Política e blá blá blá blá…

Se tem uma coisa que eu gosto, é falar de política. Adoro acompanhar tudo que se passa ao meu redor, emitir minha opinião sobre temas, e acho que, por mais que a gente não queira admitir, a política está inserida em todos os aspectos da nossa vida. A política denomina a arte ou ciência da organização, direção e administração de nações ou Estados.

Não tem nada que me irrita mais do que aquele ser humano que fala que “odeia” política. Mal sabe ele que a política não compreende apenas espaços de decisão, mas é uma forma de se colocar no mundo. Até porque, segundo Platão, “o homem é um animal político”, então, vamos ter mais consciência de nossa importância e nos inteirar mais dos debates que transcorrem no mundo que vivemos. Senão, passamos a ser, literalmente, extraterrestres.

A política não se resume apenas a sua forma eleitoral, e isso é o que eu acho mais legal. Falar de política é falar sobre as desigualdades sociais, outro tema que me fascina e o qual terá centenas de milhões de posts nesse blog. Falar de política é falar das transformações que acontecem no mundo a cada segundo. Do aborto, das cotas, das drogas, da Palestina, e claro, do nosso voto.

Mas a política que eu quero falar mesmo é a das eleições. Faltam 45 dias para a grande “festa da democracia” e já estamos sendo bombardeados de jingles, santinhos, propaganda eleitoral gratuita, e outras encheções de saco.

Vamos ter consciência do nosso papel, cidadania é isso. Precisamos analisar nossos candidatos,  pesquisar suas propostas, ver se ele é ficha limpa, ver se já exerceu um bom mandato… Enfim, não adianta reclamar depois que está tudo uma bosta se agora a gente não se interessar.

Nós somos os principais personagens dessa festa, ou melhor, somos convidados de honra. Então, vamos nos conscientizar e buscar o melhor para o nosso país.

Cenário-Político-no-Sul-e-Sudeste-do-Brasil

Dica de amiga

Minha maninha e suas dicas magníficas!

Primeiro gostaria de agradecer a todos que curtiram nossa página no Facebook, e passaram por aqui pra dar uma olhadinha no que compartilhamos com vocês nessa nossa primeira semana de blogueiras. Obrigada pelo incentivo, galera!

Agora vamos ao post de hoje…

image

Queria dividir com vocês algumas coisinhas que eu uso diariamente e que me ajudam muito:

1) Para aquelas que usam maquiagem todos os dias, assim como eu, indico o demaquilante bifásico da Nivea. Ele tem óleo de girassol e remove rímel à prova d’água com a maior facilidade. E não pensem que deixa a pele oleosa, não. É um produto excelente e que faz efeito. Aprovo e indico!

2) Gel de limpeza para pele oleosa Normaderm da Vichy. Eu confesso que fiquei assustada com o efeito dele, gente! :0

É realmente uma limpeza profunda na pele. Ainda não tinha usado nenhum produto tão eficaz!!! Nem mesmo os que foram…

Ver o post original 207 mais palavras

Crises e (re)Começos

Screen Shot 2014-01-29 at 8.56.25 PM

Pense numa decepção de forma genérica. Um fora, a perda de um emprego, um projeto que não foi pra frente, o simples fato de acordar e querer fazer diferente… Não importa o motivo, a gente sempre inventa uma crise.

Crise, crise… Ouve-se tanto falar delas! Estamos bem, mas de repente tudo à nossa volta parece sair dos eixos. As crises são uma transformação das bases da nossa vida que precisam de “ajuste”. São sintomas de uma fase “crítica”, de um momento decisivo que também pode ser visto como uma oportunidade para redefinir nossos valores e realizar as mudanças necessárias.

Fui pesquisar a etimologia e descobri que essa querida palavra vem do grego krisis, que quer dizer, julgamento e decisão, como se significasse um momento decisivo em uma determinada situação.

Não quero ficar fazendo a linha autoajuda aqui, mas só precisava desabafar sobre isso. risos. E dizer também que nada é impossível, que tudo passa, que nada é difícil e por aí vai. Por mais que a gente mentalize essas palavras e as repita como mantras, tem horas que é difícil pra cacete e aí dá mesmo vontade de jogar tudo pro alto, mas só de pensar que depois tem que catar tudo… É melhor cair em si de novo.

E recomeçar. Tudo começa daí. Vamos falar sobre TekPix, muitos #lookdodia, muita opinião política, muita futilidade, muito tudo. Sim, eu sou extremamente politizada e posto fotos de look do dia, e daí?

Ainda bem que eu sou assim, do clássico ao pancadão em segundos.

É tudo uma questão de perspectiva. E de recomeço.

Jaque. ❤

Quando nada parece dar certo…

Olá!

Nunca pensei que daria certo eu ter um blog.

Primeiro, porque eu falo pra caramba.

Segundo, porque eu tenho personalidade forte, e exponho minha opinião sem medo de ser feliz.

Terceiro, porque não me acho (ou me achava) suficientemente interessante para estar aqui.

Mas eu sempre amei escrever, sempre curti blogs, e acho que estava mais do que na hora de pintar e dividir o meu mundo com quem tiver interesse (ou paciência) de ler todos os meus parênteses.

Vamos dividir meus pensamentos, opiniões, looks do dia, textos, e o que mais der vontade.

Todos os comentários e todos os amigos são mais-que bem vindos aqui!

bjs! ❤